Lucratividade: o que é e como melhorar a da sua empresa 9 meses ago

Um empreendimento bem-sucedido tem maiores lucros com menores investimentos e ao final de uma venda fica com uma parte maior do valor pelo qual o seu produto é vendido em comparação com um empreendimento não tão bem-sucedido.

E para descobrir se o seu negócio é bem sucedido, ou onde é possível melhorar para torna-lo cada vez mais saudável existem uma série de indicadores.Hoje falaremos sobre os conceitos de Rentabilidade e Lucratividade

Apesar de serem parecidos e facilmente confundidos os conceitos de Rentabilidade e Lucratividade são, na verdade, indicadores diferentes da saúde financeira do seu empreendimento. Ambos se relacionam ao lucro liquido obtido pela sua empresa, mas o representam de uma maneira diferente.

 

Confundir os dois durante uma analise pode gera dados errados sobre os seus investimentos e negócios. E trabalhar com os dados errados durante a gestão de uma empresa  é totalmente prejudicial, e algo que ninguém quer.

Para não correr esse risco, o melhor a fazer é entender profundamente as diferenças entre eles. Vamos lá!

Entenda a Lucratividade

Quando uma empresa vende um produto ou um serviço, o preço cobrado não é totalmente destinado ao negócio, uma vez que há custos com mão de obra, estrutura, fabricação ou compra. Na prática, parte do dinheiro recebido é usada justamente para pagar pelo processo que levou até a venda para o cliente.

Existem diversas maneiras de aumentar a Lucratividade da sua empresa de maneira saudável, como a diminuição de gastos na fabricação do produto.

Para a lucratividade, a fórmula é dada por: (lucro líquido / receita bruta) x 100, sendo que a receita bruta consiste na soma de todos os recebimentos do negócio antes de qualquer desconto.

Já o lucro líquido corresponde a quanto efetivamente sobra para a empresa depois de descontados os valores devidos.

Imagine, por exemplo, que uma determinada camisa é vendida a R$ 100. Desse valor, R$ 20 estão destinados à carga tributária, R$ 15 à compra de material e outros R$ 15 à mão de obra. Assim, a cada unidade vendida, você tem um lucro líquido de R$ 50. Se, durante um mês, sua loja vendeu 250 camisas, a receita bruta é de R$ 25 mil.

O lucro líquido, entretanto, é de R$ 12,5 mil. Assim, a lucratividade tem percentual de R$ 50%.

Caso os custos com a carga tributária fossem de apenas R$ 5, por outro lado, a lucratividade aumentaria para R$ 65%. Já se a carga tributária pulasse para R$ 40, a lucratividade seria de apenas R$ 30%.

Entenda a Rentabilidade

Se o investimento tem uma rentabilidade baixa, é dispensável na realidade da empresa. Se a rentabilidade é elevada, então é um investimento capaz de efetivamente trazer dinheiro para o negócio.

Em último caso, se ela for negativa, o investimento é prejudicial para o empreendimento.

A rentabilidade também é calculada levando em conta o lucro líquido, mas fazendo a devida relação com um investimento determinado para se chegar a tal resultado. Assim, a fórmula fica da seguinte maneira: (lucro líquido / investimento) x 100.

Para entender melhor, imagine o mesmo caso da venda de 250 camisetas que gerou um lucro de R$ 12,5 mil. Para que esse lucro fosse alcançado, suponha ter sido necessário realizar um investimento em marketing de R$ 10 mil. Nesse caso, a rentabilidade do investimento é de 125%, ou seja, a cada R$ 1 investido, obteve-se um retorno de R$ 1,25.

Se o investimento para atingir o lucro tivesse sido de R$ 15 mil, por outro lado, então a rentabilidade teria sido de aproximadamente 83%, indicando que houve uma perda de 17% do que foi investido. Já se o investimento tivesse sido apenas de 5 mil, a rentabilidade seria de 250%, indicando um ótimo investimento.

Como relacionar a Lucratividade e a Rentabilidade

Não é porque lucratividade e rentabilidade são diferentes que elas não possuem uma relação importante para quem avalia a saúde de um negócio.

Assim, um negócio rentável mas não lucrativo pode não conseguir se manter, por exemplo. Há também casos em que o negócio pode ser sazonal (como empreendimentos de estação ou que buscam aproveitar uma tendência do mercado), exigindo um investimento elevado.

Nesses casos, a lucratividade precisa alcançar um patamar bastante atrativo para a recuperação do investimento inicial. Pode ser que o negócio não seja rentável no começo, mas a lucratividade compense o fato de que ele não vai durar muito, de forma a fazer com que o investimento possa ser recuperado.

Da mesma maneira, um negócio pode ter uma lucratividade mais baixa, mas ter uma excelente rentabilidade. É possível, aí, fazer investimentos pontuais de modo a otimizar os custos incluídos na receita bruta. Se o negócio precisar gastar menos, conseguirá ser mais lucrativo, unindo-se à rentabilidade.

Como isso melhora o seu negócio?

Saber em que pontos lucratividade e rentabilidade se diferenciam é importante para conhecer exatamente quais são os resultados de um negócio.

Avaliar só a lucratividade ou apenas a rentabilidade pode fazer com que você tenha a falsa impressão de que o empreendimento é bem-sucedido quando a realidade não é bem assim. Medir corretamente, com apoio de sistemas de gestão, também é importante.

Confundir esses conceitos pode ainda fazer com que seu negócio aparente problemas que não possui ou que apresente resultados nada reais. Não adianta um negócio lucrar muito se os investimentos foram imensos, por exemplo, da mesma forma que não é ideal ter uma ótima lucratividade se a receita não foi tão grande.

A avaliação correta dessas duas taxas permite mais informações sobre o negócio, permitindo uma melhor tomada de decisão. Se a conclusão obtida é de que um determinado investimento não é rentável, por exemplo, ele pode ser substituído por um que também tenha impacto na lucratividade.

Outro benefício é que essa avaliação pode ser feita antes mesmo de o negócio ser aberto, avaliando como começar o empreendimento, transformá-lo em franquia ou abrir uma filial. Com isso, pode-se realizar uma análise preditiva a fim de evitar prejuízos no futuro.

Lucratividade e rentabilidade usam o lucro líquido em suas relações, mas são totalmente diferentes entre si.

Enquanto a lucratividade estabelece uma relação com a receita bruta, a rentabilidade se relaciona com o investimento para atingir determinado lucro. Por isso, conhecer a diferença entre tais conceitos é primordial para uma boa avaliação dos negócios.

Baixe o eBook de lucratividade Acesse o e-book

Deixe seu comentário

Comentários

No Replies on Lucratividade: o que é e como melhorar a da sua empresa

Commenting is Disabled on Lucratividade: o que é e como melhorar a da sua empresa