A importância do pensamento reflexivo na vida do empresário 7 meses ago

Certa vez Warren Buffett, grande empresário e CEO da Berkshire Hathaway, disse em uma entrevista que dedicava 6 horas dos seus dias para leitura e que tinha poucas reuniões marcadas para os dias na sua agenda. Um conto popular, mas provavelmente falso, diz que Albert Einstein imaginou a Teoria da Relatividade enquanto andava de bicicleta.

Esses dois exemplos mostram a relação de como grandes líderes dividem seu tempo durante o dia. Muitos são escravos de suas listas de e-mails a responder ou tem a maior parte do seu dia preenchidos por reuniões e não reservam um tempo por dia ou por semana para a reflexão de pensamentos.

Pode parecer contra produtivo, reservar algum tempo do seu dia para a reflexão e não para tarefas de gestão ou tomada de decisão. Não reservar esse tempo porém, faz com que a mente sofra, bem como os seus pensamentos.

O processo de reflexão

Enquanto em reflexão, examinamos nossas suposições, nossas crenças e todo o nosso conhecimento e ao mesmo tempo criamos conexões importantes entre os pedaços de informação armazenados no nosso cérebro, que até então não pareciam possíveis.

Esse tipo de pensamento conhecido como Pensamento Lento – “Slow Thinking”, é inverso ao Pensamento Rápido – “Fast Thinking” que é utilizado em ações como dirigir um carro ou realizar uma soma simples.

Em outras palavras, o Pensamento reflexivo (lento e deliberado) e o Pensamento Reativo (rápido e instintivo) estão em lados opostos de um interruptor. Quando um está ativo, o outro está desligado.

Empresários, CEOs e diretores sofrem diariamente de uma sobre dose de informações e confiam demais no pensamento rápido.

No entanto, pessoas como Bill Gates e Mark Zuckerberg, que não por acaso estão no topo do mundo empresarial, dedicam várias horas dos seus dias e agendas para projetos de desenvolvimento pessoas, procurando novos estímulos e perspectivas.

Estimular o pensamento reflexivo nos ajuda a melhorar tomada de decisões, pois cria uma visão de mundo e da realidade muito mais completa e precisa do que decisões tomadas de momento.

E para que você desbloqueie todo o poder do pensamento reflexivo e melhore o seu rendimento como líder da sua empresa separamos 6 dicas simples mas extremamente efetivas que vão te ajudar com isso

Programe tempo de reflexão

Tempo é uma condição para a reflexão. Para criar uma rotina, o tempo de reflexão deve ser um evento diário e protegido no seu calendário.

Um estudo de 2015 feito pela Harvard Business School mostrou que CEOs e líderes reservam ao menos 15% do seu tempo diário para trabalhar sozinhos, e que esse tempo é em maioria consumido por revisão de documentação ou resolvendo assuntos urgentes, sobrando assim pouco ou nenhum tempo livre.

Segundo o estudo, muitos dos empresários reservam menos de 30 minutos por dia para reflexão.

Divisão do Tempo

Não existe uma maneira correta de dividir o tempo para reflexão. Ele pode ser dividido durante a semana. Jeff Weiner, CEO da LinkedIn divide seu tempo de reflexão em blocos de 90 minutos a 2 horas por dia, e descreve esse tempo como: A melhor ferramenta de produtividade que eu uso no dia a dia.

Esse tempo pode também ser dividido em blocos maiores e em dias alternados da semana. Durante o café da manhã pode ser reservado um tempo maior para caminhadas e leituras 4 vezes por semana.

O tempo de reflexão pode ser feito também todo em um dia só. Reserve toda a sua segunda-feira para reflexão e organizar o resto da semana. Também é possível criar um ambiente propício ao pensamento trabalhando de casa nas segunda-feira.

Essas são algumas maneiras de dividir esse tempo de reflexão. Você deve escolher ou criar um rotina que se adeque a sua realidade e nunca esquecer que esse tempo reservado deve ser cumprido rigorosamente.

Nada de e-mails, lista de tarefas, WhatsApp ou Facebook durante a reflexão. Aproveite esse tempo para ler um livro.

Encontre um tutor

Simular diálogos e linhas de raciocínio com um amigo durante as horas de reflexão é benéfico para ambos. O parceiro serve como inspiração e motivo de melhora durante a reflexão.

Cabe ao parceiro a função de facilitar a exploração de novas ideias, tornar a reflexão mais produtiva construindo capacidades de raciocínio.

Durante os diálogos de Platão o papel de Sócrates, seu mentor, era o de realizar perguntas que guiavam o diálogo. Esse tipo de questionamento ajuda estabelecer uma estrutura de pensamento mais coesa e a articular o pensamento para mudanças bruscas na linha de raciocínio.

Crie uma lista de de questionamentos que induzam à reflexão.

Ideias não vão simplesmente aparecer num passe de mágica para você. Até as formas mais intuitivas de pensamento precisam de inspiração e estímulo. Acostume-se a criar esses fatores para que a sua mente possa trabalhar.

No contexto empresarial, ter uma lista de questões divergentes pode ser uma ferramenta poderosa para melhor avaliar tomadas de decisão. Essas questões podem ser adaptadas para espelhar o seu modo de pensar, mas frequentemente terão relação a sua visão, estratégia, organização e liderança, como:

 

  • Qual o propósito da empresa?
  • O que eu faria diferente se pudesse recriar a empresa do zero?
  • O que eu faria se o legado não limitasse minhas ações?
  • O que eu não sei sobre a minha empresa?
  • Qual é o valor único que posso integrar ao meu cargo como CEO ou diretor?
  • Qual é a impressão que quero criar como líder para os meus liderados?

Proteja-se da avalanche de informação

Tenha sempre planos de ação efetivos e que contemplem tempos para a reflexão bem definidos. Como líder você deve ter certeza de que terá momentos de reflexão durante tomadas de decisão e que não será afetado por informações desnecessárias durante esse momento, como por exemplo: e-mails de circulação interna da empresa.

A avalanche de informação diária acaba por se tornar um problema cultural dentro das empresas. Qual o tempo esperado para a resposta por e-mail de um empregado? Deixar essas normas explícitas é essencial para que limites sejam definidos na comunicação entre líder e liderado, e para que eles não sejam apenas feitos sobre o olhar do patrão.

É necessário que sua empresa adote medidas para que a comunicação não se torne um problema que afeta a produtividade e acabe com as pausas para reflexão. Para ser efetiva, as normas de comunicação devem ser esclarecidas, implantadas e abraçadas pela empresa inteira.

Resolva o processo de resolver problemas.

“Já existe trabalho demais feito no mundo”.

Sua função como líder é ter certeza de que todo o trabalho feito na sua empresa é útil e produtivo, que atende as demandas corretas.

Foque seu tempo e energias em pensar e criar estratégias para melhorar os processos internos da empresa que geram ideias e ajudam a resolver os problemas, e tenha certeza de que eles sejam os melhores possíveis.

O desafio do empreendedor

Um dos maiores desafios enfrentados por CEOs hoje em dia é o de ter de afirmar a relevância das suas estratégias e do seu negócio como um todo em um ambiente de negócios que muda constantemente. Exercitar o pensamento reflexivo faz com que você tenha mais facilidade para questionar não somente os processos e estratégias, mas também a aptidão para desenvolver e executar a estratégia em cada situação.

Dependendo da previsibilidade, maleabilidade e a dificuldade de cada situação, diferentes estratégias e posicionamentos são apropriados. A reflexão é um poderoso antídoto contra a mecanização da aplicação de estratégias padrões para cenários novos e diferentes que a sua empresa nunca enfrentou.

Além de questionar a execução, líderes devem ter certeza que o seu time tem as ferramentas para resolver problemas complexos. E se o problema chegar até você, sempre pergunte-se o porquê do seu time não ter conseguido resolver a situação e o que você pode fazer para resolver essa situação.

Seja o modelo para os seus liderados

Rotinas de reflexão podem e devem ser levadas a todos os cargos e setores da empresa. Transforme a sua rotina de reflexão e a sua agenda em algo público dentro da empresa e ajude outros a moldar o modo como eles gastam seu tempo de trabalho.

A maneira mais rápida de difundir os hábitos de reflexão é ao ordenar que as pessoas o adotem, como por exemplo pedir que os líderes de setores passem pelo menos um décimo da semana de trabalho em reflexão.

O modo como você se comporta dentro da empresa também pode encorajar a reflexão. Seja conhecido dentro da sua empresa por “ouvir, aprender e analisar”. Mostrar esse tipo de comportamento irá promover uma mudança cultural na sua empresa.

Usar o seu tempo de forma correta também contribui para a definição de uma cultura corporativa. A reflexão não deve ser um privilégio seu. Você não pode ser o  único iluminado que comanda um time que apenas executa funções e não tem as ferramentas para resolver problemas por conta própria. O seu conhecimento deve ser compartilhado e iluminar os outros.

Ao criar uma rotina de reflexão e desbloquear o poder do pensamento reflexivo, você pode recuperar o seu tempo, alcançar seus poderes cognitivos plenos para resolver problemas complexos, e inspirar o mesmo comportamento em todo o seu time, libertando assim a sua empresa dos efeitos nocivos da avalanche de informação e do pensamento mecanizado.

E você? Tem um tempo reservado no seu dia a dia dedicado somente a você para reflexão?

Texto adaptado da publicação de Harvard Business School – Ir para a publicação original

Deixe seu comentário

Comentários

No Replies on A importância do pensamento reflexivo na vida do empresário

Commenting is Disabled on A importância do pensamento reflexivo na vida do empresário